Tamanho do texto

Na zona máxima de proteção ao pedestre, a queda foi de 42%, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego

selo

O número de mortes por atropelamento caiu 15% na cidade de São Paulo entre 2008 e 2011, de acordo com pesquisa divulgada pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Na região do centro expandido até a avenida Paulista, zona máxima de proteção ao pedestre e alvo de programas de trânsito da CET, a queda foi de 42%. 

Leia também:
Falha humana é principal causa em 90% dos atropelamentos em São Paulo
Em São Paulo, 19 pessoas são atropeladas por dia

No mesmo período, também houve queda no número de atropelamentos. Em 2008 foram registrados 3.176 acidentes desse tipo, enquanto em 2011 foram 2.645 em todo a capital paulista. 

A pesquisa da CET foi realizada entre maio e setembro de 2008, 2009, 2010 e 2011. 

Na zona de máxima proteção ao pedestre, foram registradas 11 mortes de pedestres nos meses pesquisados em 2011, um número 31,5% menor do que o computado no mesmo período do ano passado. Foram 163 atropelamentos registrados no centro expandido durante o ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.