Tamanho do texto

Quando desconsiderado o volume morto, o nível do reservatório ficou estável em 35,9%, segundo a Sabesp

No Sistema Alto Tietê, o nível de água armazenada é mais preocupante: 39,3%
Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas (05/08/2014)
No Sistema Alto Tietê, o nível de água armazenada é mais preocupante: 39,3%

O nível de água armazenada no Sistema Cantareira, em São Paulo, caiu 0,1 ponto porcentual entre o sábado e este domingo (8) para 65,1%, segundo a Sabesp. Esse índice, tradicionalmente divulgado pela companhia, considera duas cotas de volume morto, que deixaram de ser captadas, como se fossem volume útil do manancial. Quando desconsiderado o volume morto, o Cantareira ficou estável em 35,9%.

Em pleno período seco, que vai até novembro, o volume de água dos demais reservatórios responsáveis por atender a capital paulista e a Grande São Paulo também encolheu. No Sistema Alto Tietê, onde o nível de água armazenada é mais preocupante neste momento, o índice caiu de 39,4% para 39,3% entre sábado e domingo.

No Guarapiranga, a queda foi de 0,2 ponto porcentual, para 77 4%. No Alto Cotia o indicador caiu de 96% para 95,7%, enquanto que no Rio Grande, oscilou de 81% para 80,4%. No Rio Claro, o nível variou de 96,4% para 96,2%.