Tamanho do texto

Guarapiranga e Alto Tietê caíram 0,1 ponto percentual enquanto Alto Cotia e Rio Claro ficaram estáveis

Sistema de represas atingiu 63,3% da capacidade; outros reservatórios caíram
Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas (05/08/2014)
Sistema de represas atingiu 63,3% da capacidade; outros reservatórios caíram

O Sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento de 5,2 milhões de pessoas na Grande São Paulo, registrou alta pelo 34º dia seguido.

De acordo com relatório divulgado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado (Sabesp) neste domingo (20), o manancial subiu 0,2 ponto porcentual, atingindo 63,3% de sua capacidade. O índice divulgado considera o volume morto como volume útil do sistema.

Sem considerar o volume morto, o Cantareira também melhorou, com aumento de 0,2 ponto porcentual. O manancial passou de 33,8% para 34%. E o terceiro índice aponta aumento de 0,1 ponto porcentual, registrando 48,9% da capacidade.

Outros sistemas

O Guarapiranga registrou queda em seu volume neste domingo. O manancial opera com 87,5% de sua capacidade, 0,1 ponto porcentual a menos do que no dia anterior. O Alto Tietê também caiu 0,1 ponto porcentual, para 43,3%. Outros sistemas, como Alto Cotia (100,9%) e Rio Claro (100,3%), ficaram estáveis.

Leia também:  Conheça soluções para a crise da água em seis cidades do mundo