Tamanho do texto

Estação da Luz foi interditada depois que um incêndio de grandes proporções atingiu o Museu da Língua Portuguesa

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, instituiu um grupo especial para acelerar os reparos no prédio da Estação da Luz. Segundo o decreto publicado hoje (24) no Diário Oficial, os trabalhos serão coordenados pelo secretário de governo, Saulo de Castro Abreu Filho. As atribuições do comitê são, de acordo com o decreto, “supervisionar e formular recomendações necessárias à célere e eficaz concretização dos trabalhos de reparo”

Museu da Língua Portuguesa, na Estação da Luz
Daniel Guimarães/Governo de São Paulo
Museu da Língua Portuguesa, na Estação da Luz

Entre os seis integrantes, foram convocados o secretário da Casa Militar e coordenador estadual de Defesa Civil, coronel José Roberto Rodrigues de Oliveira, e um dos diretores da IDBrasil, a organização social que administra o Museu da Língua Portuguesa, Evandro Hawila Barbosa Pereira.

A Estação da Luz foi interditada após ser atingida por um incêndio na última segunda-feira (21), que destruiu parcialmente o Museu da Língua Portuguesa. O terminal de trens e metrôs divide com a instituição cultural um prédio do século 19, na região central da capital paulista.

O local foi interditado pela Defesa Civil do Município de São Paulo om base no relatório do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Com a decisão, continua interrompido o tráfego de trens pela estação, que é ponto final da Linha 11 (Coral), que interliga os municípios a leste da Grande São Paulo, e da Linha 7 (Rubi), que vai na direção noroeste da metrópole.

As linhas 1 (Azul) e 4 (Amarela) do metrô, que passam pela estação, funcionam normalmente. No entanto, para fazer a interligação entre o trem e o metrô, os usuários agora devem usar as estações Barra Funda ou Brás e seguir pela Linha 3 (Vermelha).

Entre as exigências acordadas entre a Defesa Civil e a Secretaria Estadual de Transportes Metropolitanos, está a retirada dos escombros do incêndio do interior da estação.

Também deve ser feito o escoramento da parede interna, contígua à plataforma, e a retirada das estruturas de madeira que fazem pressão em outras paredes que estão em risco. O tráfego de veículos na via que passa em frente à estação também está proibido. Há, no entanto, a expectativa de que a estação possa ser reaberta até segunda-feira (28). 

Leia também

Bombeiro civil morre após tentar combater incêndio no Museu da Língua Portuguesa

Histórico, prédio do Museu da Língua Portuguesa tem estrutura do século 19

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.