Tamanho do texto

Homens tinham entre 16 e 41 anos; o secretário de segurança pública classificou os ataques como a "maior chacina do ano"

Foram divulgados os nomes de 16 das 18 vítimas da série de ataques que aterrorizaram Osasco e Barueri, na região metropolitana de São Paulo, na última quinta-feira (13). As vítimas seriam homens com idade entre 16 e 41 anos.

Homens encapuzados entraram em bar e deixaram mortos na região metropolitana de SP
Reprodução/Twitter
Homens encapuzados entraram em bar e deixaram mortos na região metropolitana de SP

Durante coletiva, o secretário de segurança pública Alexandre de Moraes classificou os ataques como "a maior chacina deste ano". Os ataques ocorreram em dez pontos diferentes das cidades. Em Osasco, as vítimas da rua Antonio Benedito Ferreira foram Fernando Luiz de Paula, 34 anos, que era pintor; Eduardo Oliveira dos Santos, 41 anos, artesão; Thiago Marcos Damas, 32 anos, auxiliar de escritório; Leandro Pereira Assunção, 36 anos, mecânico; Antônio Neves Neto, 40 anos; Tiago Teixeira de Souza e outros dois não identificados.

Na rua Astor Palamin,foram mortos Jonas dos Santos Soares, 33 anos, operador de máquinas; e Igor Silva Oliveira, 19 anos, ajudante-geral. Na Moacir Sales D’ávila, as vítimas foram Rafael Nunes de Oliveira, 23 anos, que era conferente. Na Rua Cuiabá, Presley Santos Gonçalvez, 26 anos, entregador; e Eduardo Oliveira dos Santos foram mortos.

Na Avenida Eurídico da Cruz foi morto Eduardo César, 26 anos. Já na Rua Professor Sud Menucci, a vítima foi o estudante Rodrigo Lima da Silva, 16 anos. Na Rua Vitantônio D’abril, foi morto Deivison Lopes Ferreira, 26 anos, ajudante geral.

Em Barueri, na rua Carlos Lacerda, foi morto Wilker Thiago Correa Osório, 29 anos. Na Rua Irene, Jailton Vieira da Silva, 28 anos, ajudante geral; e Joseval Amaral da Silva, 37 anos, foram as vítimas.

Velórios

Dois homens de 26 anos, moradores de Osasco foram velados noite de sexta-feira (14) por suas famílias e amigos. Presley Gonçalves e Deivison Lopes Ferreira foram enterrados na manhã deste sábado (15) no Cemitério Santo Antônio.

Tiroteio em Osasco deixou 20 mortos e pelo menos sete feridos
Reprodução/Twitter
Tiroteio em Osasco deixou 20 mortos e pelo menos sete feridos

No velório, a testemunha do assassinato, que não quis se identificar, contou que duas motos passaram pelo grupo de amigos e que uma delas, com duas pessoas usando gorro preto, parou ao lado deles. O homem que estava na garupa sacou uma arma e disparou várias vezes, segundo a testemunha, atingindo a parte de trás da cabeça da vítima. Quem estava perto correu.

Essa mesma testemunha afirmou que, após a correria, o homem na garupa deu um tiro para cima e gritou "Polícia". O piloto acelerou a moto e foi embora.