Tamanho do texto

Estação trará poucas chuvas e temperaturas acima da média para SP; Norte e Sul deverão ter precipitações acima do normal

Com início às 13h38 no domingo (21), o inverno trará poucas chuvas e temperaturas acima da média para São Paulo, conforme indica o Centro de Gerenciamento de Emergência (CGR) da prefeitura. Essas alterações deverão ocorrer por causa do fenômeno El Niño.

Inverno:  Cataratas do Niágara congelam em rigoroso inverno canadense

São Paulo já registrou sensação térmica de 9ºC no ano passado (2014)
Renato S. Cerqueira/Futura Press
São Paulo já registrou sensação térmica de 9ºC no ano passado (2014)


Já as regiões Norte e Sul devem ter precipitações acima do normal. Apesar disso, massas de ar frio continuarão a atuar na Estação, principalmente no início dela. No Nordeste e centro do País, as chuvas devem acontecer dentro do esperado para esse período.

São Paulo também sofrerá com a baixa umidade relativa do ar. Geralmente ela oscila abaixo dos 30% nos períodos mais quentes do dia, principalmente em julho, agosto e setembro, meses com períodos longos de estiagem. 

Fim de semana gelado

São Paulo terá temperaturas baixas neste final de semana, de acordo com a Climatempo. Os ventos frios e úmidos de uma forte massa de ar polar formarão uma névoa no começo da manhã de sábado e domingo que deixará o céu nublado. O sol, porém, surgirá ao longo do dia. 

As madrugadas também poderão ser as mais frias do ano. O recorde atual é de 12,1°C, em 16 de junho. Com o sol reaparecendo, a sensação de frio diminui à tarde. Na sexta (19), São Paulo teve uma das médias mais baixas do ano. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura máxima no Mirante de Santana foi de 17,6°C. Até agora, o recorde de tarde mais fria aconteceu no dia 2 de junho, com os termometros marcando 17,5°C.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.