Tamanho do texto

Ao menos cinco quedas de árvores, 37 semáforos apagados e sete em amarelo intermitente prejudicam o trânsito da capital

Após o temporal que atingiu a cidade de São Paulo na tarde de terça-feira (19), ao menos cinco quedas de árvores e 44 semáforos com problemas - sete deles com amarelo intermitente e outros 37 apagados - prejudicam o tráfego na manhã desta quarta-feira (19), de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Além disso, há regiões da cidade que desde as 14h sofrem com a falta de luz. De acordo com a AES Eletropaulo, a demora no reestabelecimento de energia ocorre justamente em áreas que registraram ocorrências maiores, como as quedas de árvores.

Leia também:

Superpopulação de jacarés ameaça ribeirinhos afetados pela cheia em Rondônia

Avanço no IDH reduz risco de desastres climáticos no Nordeste, revela estudo

As regiões mais afetadas pela falta de energia elétrica foram Campo Belo, Brooklin, Pinheiros, Pompeia e Perdizes. Em nota, a empresa informou que a chuva, acompanhada de ventos de mais de 75 km/h e queda de raios e árvores, atingiu toda a área de concessão da distribuidora.

Os diversos pontos de alagamento e o trânsito da capital paulista dificultaram o deslocamento das equipes, diz o comunicado. A Eletropaulo tinha 910 eletricistas em campo atendendo às ocorrências.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), o temporal de ontem inundou 14 pontos em toda a cidade, sendo que dez deles ficaram intransitáveis. De acordo com CET, foram registradas pelo menos 17 quedas de árvores durante a tarde. Os trens da Linha 8 da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) deixaram de circular, durante uma hora, entre as estações Lapa e Barra Funda.

Na manhã desta quarta, havia 89 km de filas na cidade às 7h30, segundo a CET. O índice é superior à média par ao horário. O pior ponto estava na Marginal Pinheiros, sentido Interlagos, ao longo dos 9,4 km que separam a chegada pela Castello Branco da ponte Ary Torres.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.