Tamanho do texto

Durante mais de duas horas, 30 pessoas foram mantidas reféns pelos três assaltantes; ninguém ficou ferido

selo

Os três assaltantes que invadiram uma agência do banco Bradesco, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul , na tarde desta quinta-feira, se entregaram por volta das 20h30. Eles entraram na agência por volta das 16h.

No total, 30 pessoas, entre clientes e funcionários, foram mantidos reféns no estabelecimento localizado na altura do número 1.240 da Avenida Azenha. A Brigada Militar e Polícia Civil isolaram a área. A rua foi bloqueada nos dois sentidos e comerciantes da região fecharam as portas.

Assaltantes se entregam depois de fazerem 30 pessoas reféns em banco de Porto Alegre
AE
Assaltantes se entregam depois de fazerem 30 pessoas reféns em banco de Porto Alegre

Os assaltantes fizeram três exigências: a presença de um advogado na negociação, de familiares e da imprensa. Os pedidos foram atendidos e, após mais de duas horas de negociação com equipes do Grupamento de Ações Táticas Especiais (Gate), algumas vítimas começaram a deixar a agência, entre elas uma grávida de oito meses. Até às 19h50, cerca de 12 pessoas tinham sido libertadas.

Segundo a Brigada Militar, os três criminosos - já identificados pela polícia - saíram do banco juntamente com os outros reféns. De acordo com informações iniciais, todos têm passagem por roubo e outros crimes. Eles deixaram o local com as mãos para cima. Os suspeitos foram revistados e algemados. O trio será levado para a Delegacia de Roubos.

Todas as vítimas foram encaminhadas para ambulâncias que estão nas proximidades do banco e receberam os primeiros atendimentos. Não há registro de feridos. A polícia vistoriou a agência para confirmar se todos os reféns foram libertados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.