Tamanho do texto

Informação é da Secretaria de Segurança Pública, que diz ter conseguido a ampliação do prazo para a permanência dos militares

As tropas da Força de Pacificação do Exército chegaram ao Alemão no final de novembro
AE
As tropas da Força de Pacificação do Exército chegaram ao Alemão no final de novembro
A Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro anunciou nesta terça-feira (30) que o governo fluminense conseguiu junto ao Ministério da Defesa a prorrogação da permanência das tropas do Exército nos complexos de favelas do Alemão e da Penha, na zona norte da capital, até junho do ano que vem. Inicialmente, os militares ficariam na região somente até outubro.

"Eu não podia perder a oportunidade de continuar contando com o apoio e a parceria do Ministério da Defesa no processo de pacificação no Estado, por isso solicitei ao governador que propusesse ao ministro da Defesa que prorrogasse o prazo da presença da tropa no Complexo do Alemão e fomos prontamente atendidos", disse o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame.

De acordo com o secretário, a medida permitirá que a Secretaria de Segurança tenha mais tempo para trabalhar o planejamento das novas UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), a formação de novos policiais, o envio de novo efetivo para repor as perdas dos batalhões do interior e a preparação do Batalhão de Choque para a atuação na Conferência das Nações Unidas em Desenvolvimento Sustentável (Rio + 20), que será realizada na capital fluminense.

As tropas do Exército chegaram ao Alemão no final de novembro logo após a polícia realizar uma megaoperação nos dois complexos. Na época, a ação foi uma resposta aos ataques promovidos pelos traficantes na região metropolitana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.