Chefe do jogo do bicho na zona sul do Rio é assassinado em centro espírita

Zé Personal, genro do falecido bicheiro Maninho, foi morto junto com outro homem

iG Rio de Janeiro | 17/09/2011 10:14 - Atualizada às 17:16

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Apontado como um dos chefes do jogo do bicho na zona sul do Rio de Janeiro, José Luís de Barros Lopes, de 39 anos, o Zé Personal, foi assassinado na noite da última sexta-feira (16) dentro de um centro espírita, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro. As informações foram confirmadas pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil. Um outro homem também foi morto.

Zé Personal é genro do contraventor Waldemir Paes Garcia, o Maninho, que foi assassinado em 2004, ao sair de uma academia na zona oeste da capital. O crime, até hoje, não foi esclarecido.

Maninho controlava os pontos de apostas e a exploração de máquinas caça-níqueis na zona sul da cidade, além da Tijuca e do Grajaú, na zona norte. Com sua morte, Zé Personal passou a administrar parte dos negócios, segundo a polícia.

De acordo com a polícia, três homens armados e encapuzados invadiram o centro, na travessa Pinto Teles, na Praça Seca, e atiraram contra Personal e Josimar Soares de Oliveira, de 27 anos. Nenhum objeto teria sido roubado.
 

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG


Ver de novo