Tamanho do texto

A morte do escritor russo e ex-dissidente soviético Alexander Solzhenitsin é uma grande perda para toda a Rússia, declarou nesta segunda-feira em um comunicado o primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin.

Sua morte é "uma grande perda para toda a Rússia. Estamos orgulhosos de que tenha sido nosso compatriota e contemporâneo", ressaltou o primeiro-ministro.

"Lembraremos dele" como uma pessoa de "força, valente, de grande dignidade", acrescentou Putin, saudando o compromisso de Solzhenitsin em favor dos "ideais de liberdade, justiça e humanismo".

vl/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.