Tamanho do texto

A polícia pediu hoje a prisão temporária do consultor jurídico Alexandre Nardoni, de 29 anos, e de sua mulher Anna Carolina Trotta Peixoto Jatobá, de 24 anos. Eles são o pai e a madrasta da menina Isabella Oliveira Nardoni, de 5 anos, que no sábado caiu da janela de um prédio na zona norte de São Paulo.

Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), os pedidos vão ser distribuídos para uma vara criminal da cidade, que depois será remetido ao Ministério Publico para aguardar um parecer. Então, os pedidos de prisão temporária serão analisados pelo juiz do Fórum de Santana. O advogado do pai da criança, Ricardo Martins de José Filho, ainda está na delegacia.

Isabella foi encontrada morta pelo pai no sábado à noite, no jardim do prédio onde ele mora com a mulher, Anna Carolina Trotta Peixoto Jatobá, e os dois filhos do casal. O delegado titular do 9º DP, Calixto Calil Filho, afirmou, um dia após a morte da menina, que trabalhava com a hipótese de homicídio, apontando que há fortes indícios de que a criança tenha sido arremessada por alguém. Havia vestígios de sangue no apartamento do casal e a tela de proteção da janela do quarto onde estava Isabella foi cortada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.