Tamanho do texto

Caso aconteceu em outubro de 2011

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) multou em R$ 1 milhão a empresa têxtil "Na Intimidade", responsável pela importação de dois contêineres de lixo hospitalar dos Estados Unidos.

AE
Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária encontrou lixo hospitalar em galpão de tecidos (15/10)

Em outubro do ano passado, os contêineres com cerca de 46 toneladas de lençóis usados em hospitais norte-americanos e manchados de sangue foram descobertas pela Vigilância Sanitária e Receita Federal no Porto de Suape, em Pernambuco. A empresa havia informado que a importação tratava-se de tecidos de algodão com defeito.

Leia também: Lixo hospitalar importado deve ser incinerado em Pernambuco

Na época, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multou a empresa, proprietária da loja Império do Forro de Bolso, em R$ 6 milhões pelos danos causados por exposição do material ao meio ambiente.

Em janeiro, parte do lixo hospitalar foi devolvida aos Estados Unidos. Cerca de 40 toneladas, que estavam nos galpões da Império do Forro de Bolso, foram incineradas por determinação da Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.