Tamanho do texto

RIO DE JANEIRO - Os pais da menina Rita de Cássia Rodrigues de Sena, de cinco anos, que caiu do quinto andar de um prédio, no Rio, neste sábado, foram autuados em flagrante, acusados de abandono de incapaz, segundo informações da polícia civil.

Fátima Rodrigues Edwiges Sena, de 50 anos, e Gilson Rodrigues de sena, de 51 anos, prestaram depoimento neste domingo na 25ª DP (Engenho Novo), segundo informou a polícia.

De acordo com o casal, eles estavam em uma festa julina e resolveram deixar a criança em casa, vendo TV, na noite de sábado, em um prédio em Tomás Coelho, subúrbio do Rio.

Ela ficou sozinha no apartamento e, em determinado momento, começou a jogar objetos pela janela. Ao se debruçar no peitoral da janela, a grade, feita de nylon, que já estava danificada por conta de um ferro quente, acabou rasgando e a criança caiu, segundo a polícia.

A menina chegou a ser levada para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, também subúrbio a capital fluminense, mas morreu durante o caminho.

Assista ao vídeo sobre o caso:

Leia mais sobre: queda de janela

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.