Tamanho do texto

A espetacular queda da taxa de natalidade no Brasil, ao longo dos últimos 40 anos, deve-se, em parte, à paixão nacional pelas novelas, demonstra o estudo de um instituto britânico.

O modelo de famílias compactas dado por essas telenovelas extremamente populares parece ser a principal causa desse fenômeno, de acordo com pesquisadores que trabalham no Centro de Pesquisa de Política Econômica (CEPR), baseado em Londres.

Essas histórias, em sua maioria produzidas pela poderosa TV Globo, tiveram, certamente, "um efeito mensurável" no número de crianças desejadas pelos brasileiros, declarou à AFP uma das autoras da pesquisa, Eliana La Ferrara, do CEPR e da Universidade Bocconi, de Milão.

Censos e outros dados mostraram que a queda da taxa de natalidade de 6,3 filhos por mulher, em 1960, para 2,3 filhos, em 2000, é, parcialmente, resultado das novelas da Globo.

Esses programas populares também influenciam "de maneira surpreendente" a escolha dos nomes dos recém-nascidos, acrescentou Eliana La Ferrara.

Ela declara ainda que, nos países onde o analfabetismo é elevado, essas telenovelas poderiam ajudar os governos a sensibilizar a população sobre a Aids, a desenvolver a educação e a reforçar os direitos das minorias.

Leia mais sobre: novelas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.