Tamanho do texto

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) divulgou nesta terça-feira nota por meio da qual denuncia a empresa Sucocítrico Cutrale de utilizar irregularmente terras do governo federal (confira abaixo a íntegra do documento). Os militantes estão acampados desde o último dia 28 na fazenda Capim, pertencente ao grupo empresarial.

"A ocupação tem como objetivo denunciar que a empresa está sediada em terras do governo federal, ou seja, são terras da União utilizadas de forma irregular pela produtora de sucos. Além disso, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) já teria se manifestado em relação ao conhecimento de que as terras são realmente da União", diz trecho da nota.

Leia reportagem completa no Congresso em Foco