Tamanho do texto

Começou pouco antes das 11 horas de hoje a paralisação de motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo, de acordo com a assessoria de imprensa da SPtrans, empresa que administra o transporte coletivo na capital paulista. A categoria vai interromper suas atividades até as 14 horas, para realizar assembléias nas garagens e avaliar as negociações salariais.

A orientação do sindicato é para que os motoristas encerrem a viagem e sigam vazios para as garagens.

A assessoria da SPTrans ainda não tinha um balanço da interrupção, mas pouco antes das 11h30 os terminais Varginha, Parelheiros e Santo Amaro, na zona sul da capital, e Penha e São Miguel, na região leste da cidade, já estavam sem ônibus. Os trabalhadores reivindicam reajuste de 5,5% com base no Índice de Preços ao Consumidor (IPC) mais um aumento real de 5%. Eles querem também aumento na participação nos lucros e resultados para um salário mínimo, além de melhorias na cesta básica e no convênio médico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.