Tamanho do texto

De ontem para hoje, mais cinco municípios de Minas Gerais decretaram emergência por conta dos estragos causados pelas chuvas

Os municípios de Setubinha, São João do Oriente, Raposos, Vespasiano e Conceição do Pará decretaram situação de emergência nesta terça-feira após sofrerem com inundações, enchentes, deslizamentos e vendaval por conta do mau tempo que atinge o Estado neste fim de ano.

Chuva em São Paulo: Chuva deixa famílias desabrigadas no litoral de São Paulo

Volume de água durante forte chuva na avenida Amazonas, em Belo Horizonte, nesta segunda-feira
AE
Volume de água durante forte chuva na avenida Amazonas, em Belo Horizonte, nesta segunda-feira
Os dados atualizados da Defesa Civil de Minas Gerais indicam que 93 cidades já foram atingidas pelas chuvas de dezembro e 31 deles decretaram situação de emergência. Ao todo, 7.759 pessoas estão desalojadas e 335, desabrigadas. Segundo o órgão, 31 pessoas ficaram feridas e duas morreram em razão dos alagamentos e deslizamentos de terra.

Na cidade de Perdões, as fortes chuvas que atingiram a região centro-oeste na tarde desta segunda-feira provocaram elevação do nível do córrego Carapinas na junção com o córrego Estrelas, causando inundações em alguns pontos da cidade. Ficaram desalojadas 59 pessoas.

Segundo a previão do tempo, a presença de uma frente fria sobre o litoral do Rio de Janeiro e São Paulo nesta terça-feira volta a criar condição favorável à ocorrência de chuvas em grande parte de Minas Gerais. Os modelos de previsão indicam que durante esta semana poderão ocorrer chuvas de intensidade moderada a forte, especialmente no centro, sul, sudeste, Triângulo Mineiro e norte do Estado.

Leia também:
Governo: Anastasia relaciona “mudança no regime das chuvas” a estragos

Tempestade em MG: Chuvas abrem buracos e derrubam árvores em Belo Horizonte
Destruição: Chuvas provocam alagamentos e estragos em Belo Horizonte
Problema com data marcada: "Eles serão menores, mas nós teremos prejuízo"

Reunião

Técnicos da Secretaria Nacional de Defesa Civil se reúnem hoje (27) e amanhã (28) em Belo Horizonte com prefeitos de cidades mineiras atingidas pelas chuvas. O objetivo, de acordo com o Ministério da Integração Nacional, é estudar formas de apoio e trabalho entre os órgãos de Defesa Civil estadual e municipais.

Será apresentada uma cartilha com informações sobre acesso, por parte dos municípios, a recursos de transferências voluntárias – os chamados convênios, destinados a obras de caráter preventivo. Os prefeitos vão receber ainda orientações sobre a elaboração de planos de trabalho, obras que podem ser custeadas pelo ministério e prestações de contas (inicial e final).

A ideia, segundo a pasta, é orientar os municípios para evitar erros nas solicitações e, assim, dar mais agilidade e transparência aos processos, evitando que recursos públicos sejam mal empregados.

* Com Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.