Tamanho do texto

O paparazzo que abriu um processo civil contra Keanu Reeves pede mais de 600.000 dólares por danos ao ator, a quem acusa de tê-lo atropelado, anunciou sexta-feira o advogado do fotógrafo em Los Angeles, na Califórnia.

Segundo Joseph Farzam, advogado do fotógrafo Alison Silva, este último sofre de uma lesão permanente pelo suposto acidente, que aconteceu em março de 2007 no sudoeste da megalópole americana.

O advogado pediu ao júri que Keanu Reeves pague a seu cliente 640.800 dólares para cobrir os prejuízos, gastos médicos e o dinheiro que deixou de ganhar por estar machucado.

O processo foi aberto na segunda-feira. No dia seguinte, o ator desmentiu ter avançado com o carro contra o fotógrafo, afirmando que ele caiu sozinho ao andar para trás.

O júri começou a deliberar sobre o caso na tarde de sexta-feira, antes de uma pausa pelo fim de semana, mas ainda não chegou a nenhuma conclusão. O processo deve ser retomado na segunda-feira.

tq/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.