Tamanho do texto

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou hoje que o projeto de criação da Contribuição Social para a Saúde (CSS) deverá ser votado no Senado somente após as eleições municipais de outubro. Ressaltou, no entanto, que ainda não acertou esse cronograma com os líderes da oposição, mesmo porque, argumentou, a Câmara dos Deputados não concluiu ainda a votação dos destaques ao projeto.

Contudo, em contraste com Jucá, o líder do DEM, José Agripino Maia (RN), defendeu que a votação da CSS ocorra no Senado assim que o projeto chegar da Câmara. A idéia do líder oposicionista é que quanto mais rápido ocorrer a votação, mas a oposição poderá aproveitar as atuais resistências na Casa à contribuição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.