Tamanho do texto

Investigação começou com apreensão de material pornográfico em 2009

selo

Duas pessoas foram presas em flagrante hoje (6) sob acusação de envolvimento com um grupo que troca material pornográfico-infantil pela internet. As prisões ocorreram em Salvador, na Bahia, e em Londrina, no Paraná. Também foram cumpridos durante a Operação Libras quatro mandados de busca e apreensão pelas unidades da Polícia Federal (PF) em Recife (PE), Londrina, Salvador e Caxias do Sul (RS).

O início das investigações partiu de uma apreensão, pela PF em Santa Catarina, de materiais pornográfico-infantis na Operação Turko, em maio de 2009, que revelou que o preso mantinha contato com outros usuários da internet para compartilhar imagens de pedofilia.

A partir dessas investigações da PF, que identificou todos os usuários suspeitos, foi dada continuidade aos trabalhos e o resultado foi a prisão desses usuários com grande número de arquivos, entre eles, fotos e vídeos de abuso sexual de crianças e adolescentes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas