Tamanho do texto

Alimentos, itens de limpeza, higiene pessoal e medicamentos serão enviados pela Defesa Civil do Estado; enchente foi a pior dos últimos cinco anos

selo

A Defesa Civil do Acre iniciou hoje o envio de ajuda humanitária aos que sofrem por causa da chuva no Estado, que provocou a pior enchente dos últimos cinco anos. Serão enviadas 45 toneladas de alimentos, além de itens de limpeza, higiene pessoal e medicamentos. A previsão do tempo para os dois Estados é que a chuva continue nesta quarta-feira.

Leia também: Desabrigados pela cheia do Rio Acre chegam a quase 7 mil

De acordo com estimativa do governo, as chuvas atingiram 57,2 mil pessoas e deixaram 6 mil pessoas desalojadas. Cerca de 14 mil casas foram alagadas. O nível do Rio Acre está em 17,41 metros, 3,41m acima da cota de transbordamento. 

Áreas alagadas pela cheia do Rio Branco, no Acre
Divulgação/ Prefeitura de Rio Branco
Áreas alagadas pela cheia do Rio Branco, no Acre

Em Rio Branco, 45 bairros estão inundados. Mais de cinco mil pessoas foram encaminhadas a um dos cinco abrigos montados pela prefeitura e pelo governo. Mais 1,8 mil pessoas estão alojadas na casa de amigos ou parentes.

O Amazonas também sofre com as fortes chuvas. Sete municípios já estão em situação de emergência por causa da enchente na região do Juruá. Mais de seis mil famílias foram afetadas.