Tamanho do texto

BRASÍLIA - A Casa Civil da Presidência da República confirmou que José Aparecido Nunes, secretário do Controle Interno, entregou nesta terça-feira seu pedido de exoneração do cargo. O pedido foi aceito pela ministra Dilma Rousseff e será publicado nesta quinta-feira (15), no Diário Oficial da União (DOU).

A Casa Civil informou ainda que já encaminhou ao Tribunal de Contas da União (TCU), órgão de origem de José Aparecido, comunicado sobre seu retorno ao órgão.

O ex-secretário de Controle Interno da Casa Civil é apontado como um dos responsáveis, juntamente com o assessor do Senado André Eduardo Fernandes, pelo vazamento dos gastos com cartões corporativos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.