Tamanho do texto

Polícia suspeita que um dos funcionários tenha atirado contra os outros dois e se matado depois

selo

Três funcionários da 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) morreram a tiros na manhã desta quinta-feira, em Feira de Santana, na Bahia. A suspeita é de que o sargento Amarildo Araújo de Novaes, que era coordenador do setor de habilitação do órgão, tenha matado dois colegas, Luís Eugênio Teixeira Santos e Maria das Graças Costa Veiga, que o esperavam em um carro para um exame, e se matado.

Leia também: Ladrões trancam delegacia e explodem caixas na Paraíba

O crime aconteceu entre as 7h30 e as 8h desta quinta-feira no estacionamento do Corpo de Bombeiros. A polícia ainda investiga a causa do assassinato, que pode ter ligação com as denúncias de fraudes no Ciretran. 

Duas vítimas morreram no local. Novaes chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.