Estudante de medicina ironiza óbito de paciente nas redes socias: 'morreu e eu não dormi'
Redes sociais
Estudante de medicina ironiza óbito de paciente nas redes socias: 'morreu e eu não dormi'

O conselho universitário do Centro Universitário Cesmac recomendou a expulsão da estudante de medicina que ironizou a morte de uma paciente em uma publicação feita nas redes sociais . Na postagem, a jovem conta que estava indo descansar quando uma mulher deu entrada na Unidade Mista Dr. José Carlos Gusmão, em Marechal Deodoro, Alagoas. Em seguida, ela relata que "não dormiu e a paciente morreu".

O parecer do conselho sobre o caso foi enviado à reitoria da universidade, que determinou que uma comissão de sindicância fosse instaurada para apurar o ocorrido. A investigação deve ser concluída em até um mês e a estudante terá um prazo determinado para apresentar a defesa.

O entendimento dessa comissão de sindicância será enviado à reitoria, que vai publicar uma portaria com a decisão definitiva sobre o caso. 

Até que o colegiado de professores do curso de medicina da universidade chegue a uma conclusão, a aluna está suspensa das aulas por um período de seis meses.

Assim que as postagens da estudante ganharam repercussão na internet, ela também foi suspensa do estágio na rede de saúde pública . "A Secretaria Municipal de Saúde de Marechal Deodoro tomou conhecimento do caso através de informação prestada pelo médico-chefe da Unidade Mista Dr. José Carlos de Gusmão, e, imediatamente, solicitou o desligamento da acadêmica do quadro de estagiários do Município", diz o comunicado enviado à imprensa.

Leia Também

"A Secretaria lamenta o ocorrido e reafirma seu compromisso focado na humanização e respeito ao cidadão em todas as nossas unidades de saúde", afirmou a pasta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários