Alerj votará retirada da medalha Tiradentes de Jairinho
Reprodução
Alerj votará retirada da medalha Tiradentes de Jairinho

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) votará, na próxima quarta-feira (19), a cassação da M edalha Tiradentes concedida ao padrasto do menino Henry Borel , Dr. Jairinho , em 2007. O objeto é a maior comenda do Parlamento e é concedida a personalidades que tenham prestado bons serviços à humanidade. A solicitação foi realizada pelo deputado Noel de Carvalho (PSDB) e tem o apoio de 33 parlamentares. As informações são do portal Metrópoles .

Jairinho  e a mãe de Henry , Monique Medeiros, estão presos e respondem por tortura e homicídio qualificado pela morte da criança.

O Diário Oficial publicou, nesta sexta-feira (14), o parecer favorável da Comissão de Normas Internas e Proposições Externas da Alerj à revogação da medalha, que precisa do voto de 25 parlamentares.

"Esse caso trouxe à tona um comportamento do vereador que não está à altura de um homem público e de um médico. São muitas questões envolvendo o Doutor Jairinho, por isso espero que meus pares votem pela revogação da medalha. Sou pai, avô e bisavô e a morte do menino Henry dói na nossa alma", disse Noel de Carvalho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários