Conflito entre israelenses e palestinos deixa centenas de feridos em Jerusalém
Reprodução
Conflito entre israelenses e palestinos deixa centenas de feridos em Jerusalém

Os conflitos entre manifestantes palestinos e policiais israelenses em Jerusalém , que se iniciaram na última sexta-feira (07), continuam a ocorrer neste domingo (09). Somente nos últimos três dias, mais de 220 pessoas saíram feridas do conflito.

Através da sua conta nas redes sociais, Papa Francisco disse estar acompanhando os eventos na região de Jerusalém com "preocupação" e pediu para que os confrontos acabem, pois a região deveria ser um local de paz. Confira a fala do pontífice:


Em sua maioria, os feridos envolvidos nas manifestações que ocorrem na Esplanada das Mesquitas são palestinos. Um dos motivos foi o iftar - refeição que acaba com o jejum do Ramadã - ocorrido na última sexta-feira (07).

Outro ponto que causou discordia entre os moradores locais foi o possível despejo de famílias palestinas na região para que colonos israelenses sejam beneficiados. Com isso, os palestinos voltaram as ruas no sábado e atiraram pedras contra a polícia israelense.


O grupo islâmico Hamas ordenou os palestinos a permanecerem na Esplanada até a próxima quinta-feira (13) - dia do fim do Ramadã - e ameaçou as autoridades israelenses com ataques caso a Suprema Corte aprove a decisão de expulsar os moradores locais. A decisão ocorrerá na segunda-feira (10).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários