O pastor se filmou destruindo oferenda do Candomblé
Reprodução
O pastor se filmou destruindo oferenda do Candomblé

Um pastor gravou a si mesmo destruindo peças sagradas de outra religião e dizendo que era "em nome de Jesus" enquanto praticava a ação. Ainda, ao mesmo tempo que quebrava os itens, alegava que estava desfazendo uma "maldição". O material em questão era do Candomblé e havia sido posto em oferenda a Maria Mulambo na manhã do último domingo (07), em Belford Roxo, no Rio de Janeiro . As informações são do jornal Extra .

As imagens foram publicadas na rede social pelo próprio homem, identificado como Gledson Lima, da Igreja Tenda dos Milagres. O babalorixá Natan de Oxaguiã, do Ilê Àsé Babá Min Okan Fun Fun, registrou ocorrência na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) nesta quarta-feira (10). 

"Os alimentos nos alguidares, as bebidas são oferecidos como presentes, em agradecimento à ancestralidade, portanto, são sagrados", explicou o pai de santo, cujo terreiro foi aberto há pouco mais de um ano. "A postura dele acaba por exercer influência diante de outros, que não conhecem a religião e não aprendem a respeitar".

Natan disse que tomou conhecimento da destruição dos itens na terça (09) e se sentiu indignado. Ao procurar o  pastor do vídeo, o infrator teria dito que "ficou incomodado" porque a oferenda "estava próxima da entrada do seu sítio". No entanto, o pai de santo afirmou ter verificado a distância entre a entrada da propriedade e o ponto da oferenda e que era de aproximadamente meio quilômetro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários