Caso foi registrado no Mato Grosso
Creative Commons
Caso foi registrado no Mato Grosso

Corregedoria Geral da Polícia Militar do Mato Grosso investiga um policial suspeito de atirar na mão da ex-namorada após descobrir que a filha dela não era filha biológica dele. O caso foi registrado na cidade de Santa Rita do Trivelato no último sábado (3).

Segundo boletim de ocorrência, a vítima chamou o ex-marido, com quem tinha terminado o relacionamento há cerca de 15 dias, para conversar e mostrar um exame de DNA comprovando que ele não era pai da filha registrada em cartório.

Uma discussão envolvendo a vítima, o PM e o atual namorado da mulher se seguiu à conversa e dois tiros foram disparados pelo homem. Um deles, atingiu a mão da mulher, que foi encaminhada para um hospital local.

Após o crime, o policial se apresentou ao quartel da cidade de Nova Mutum. Ele foi afastado das atividades na polícia e levado até a delegacia, mas não foi preso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários