Caso ocorreu enquanto Jonathan Correia Pantoja fazia a segurança do quartel
Reprodução/Jornal do Amazonas 1 edição
Caso ocorreu enquanto Jonathan Correia Pantoja fazia a segurança do quartel.

Na madrugada desta segunda-feira (3), Jonathan Correia Pantoja, um militar de 18 anos, morreu após ser atingido por um tiro de fuzil dentro do 7º Batalhão de Polícia do Exército (7ºBPE), em Manaus .

O caso ocorreu enquanto o soldado fazia a segurança do quartel . Por volta das 3 horas da madrugada, militares ouviram um barulho de tiro e encontraram o rapaz ao chão, com um ferimento no peito. A vítima foi levada para o hospital, mas não resistiu.

Os militares não conseguiram identificar de onde veio o tiro, segundo informações do G1 . Um Inquérito Policial Militar (IPM) será instaurado para investigar o caso.

Em nota, o Centro Integrado de Operações e Segurança (Ciops) declarou que "o 7º Batalhão de Polícia do Exército está prestando todo o apoio necessário aos familiares. O Comando Militar da Amazônia lamenta o fato ocorrido e se solidariza com a família neste momento de luto".

    Veja Também

      Mostrar mais