pessoa segurando pendrive
Polícia Civil do Distrito Federal
Pen drive com ameaça de morte escrita foi encontrado na casa de homens

Uma operação da Polícia Civil do Distrito Federal cumpriu dois mandados de prisão por ameaças de morte feitas de dentro de um condomínio de luxo à beira do Lago Paranoá, no Distrito Federal, na manhã desta quinta-feira (21).

Segundo investigações, as duas pessoas presas, que não tiveram identidade revelada, seriam responsáveis por ameaças de morte a juízes, promotores e procuradores em um e-mail com o título "sentença de morte aos traidores da pátria".

Leia também: Jovem é morto em tiroteio durante operação policial na Cidade de Deus

"Convocamos a população a matar em legítima defesa de si mesmo e da pátria", diz trecho do e-mail, que pedia também a morte de deputados, prefeitos, vereadores, parentes, filhos, netos e amigos deles.

Os homens presos têm 40 e 79 anos. Na casa deles foram encontrados cartazes com a imagem de uma "queda de braço" entre Jesus Cristo e o demônio sob uma frase de "comando da intervenção" e um pendrive com a frase "Matar juízes. Matar todos" escrita.


    Veja Também

      Mostrar mais