Policial de costas com detalhe para algemas presas no cinto da calça
Pixabay/Creative Commons
Taxa de letalidade entre os servidores, segundo dados do CNJ, é de 1,5%

Um total de 1.118 funcionários do sistema prisional no Brasil foram contaminados pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) desde o início da pandemia de Covid-19 , mostra um levantamento feito pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com esse documento, 17 servidores morreram pela doença.

Os dados foram levantados pelo CNJ e os Tribunais de Justiça, que iniciaram projeto de monitoramento de casos de Covid-19 no contexto de privação de liberdade.

Leia também: Mortes por Covid-19 crescem 432% em um mês na cidade de SP

Os dados mostram que as unidades prisionais do Pará são as mais afetadas. Até agora o estado tem 306 casos confirmados. Já no quadro de mortes quem lidera é São Paulo, com um total de seis óbitos.

Entre os detidos, o CNJ contabilizou 830 contaminados e 30 mortos. São 115 casos a mais de contaminação do que o identificado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e um a mais de morte.

De acordo dados do Ministério da Saúde deste domingo (17), o Brasil chegou a 16.118 mortes por Covid-19 . Os casos confirmados chegaram a 241.080, com 7.938 novos registros na últimas 24 horas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários