Agência Brasil

Avenida Paulista vazia
Rovena Rosa/Agência Brasil
Taxa de isolamento no estado de SP subiu no feriado, mas ainda está abaixo do necessário

O percentual de isolamento social no estado de São Paulo foi de 56% no feriado do Dia do Trabalhador, celebrado no dia primeiro de maio, de acordo com o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do governo estadual.

Já no sábado (2), o isolamento foi de  53%, segundo o SIMI-SP.

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

Veja também:  Em feriado emendado, taxa de isolamento caiu no Rio de Janeiro

No dia anterior (30), que foi um dia útil, o isolamento social foi de 46%, menor taxa registrada desde o início da quarentena. Já no feriado anterior, que foi a Sexta-feira Santa, em 10 de abril, a taxa de isolamento foi de 57%.

No momento, há acesso a dados de 104 cidades maiores de 70 mil habitantes, que podem ser consultados no  site criado pelo governo. O sistema é atualizado diariamente.

Leia ainda: Em São Paulo, casos de Covid-19 passam de 31 mil

Capital Paulista

Segundo afirmou na semana passada o secretário da saúde da capital paulista, Edson Aparecido, se a cidade de São Paulo não chegar a índices de isolamento entre 55% a 60%, não haverá flexibilização do isolamento. As autoridades de saúde, no entanto, afirmam que a taxa ideal para conter a propagação do novo coronavírus seria de 70%. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários