leitos
Divulgação
Quantidade leitos disponíveis preocupa

SÃO PAULO - A secretaria de Saúde de São Paulo informou, nesta terça-feira, que ao menos cinco hospitais da capital paulista tem mais de 70% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) ocupados por pacientes infectados por coronavírus.

A unidade Higienópolis do Hospital Sancta Maggiore é a que possui a maior taxa de ocupação dae UTI: 83%. Em seguida, aparecem o Hospital das Clínicas e o Hospital Municipal do Tatuapé, na Zona Norte, ambos com 77% de ocupação.

O Conjunto Hospitalar do Mandaqui tem 76% dos leitos de UTI ocupados por pacientes com Covid-19. A Santa Casa de São Paulo está em 5º lugar, com 71% de ocupação.

Leia mais: Durante pandemia, uso de máscaras será obrigatório em Belo Horizonte

Hoje, São Paulo bateu um novo recorde de mortes por Covid-19. Nas últimas 24 horas, foram 87 novos registros. O número total de óbitos em São Paulo chega a 695, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. São 9.371 casos confirmados da doença.

Ainda segundo a pasta, há 2 mil pessoas internadas em decorrência de complicações do coronavírus, sendo 1.111 em leitos de UTI e 1.042 em enfermarias.


Mais testes


Nesta terça-feira, o governo de São Paulo anunciciou a chegada de 725 mil testes para o novo coronavírus. A promessa é zerar a fila por exames na próxima semana.

A remessa de testes veio da Coreia do Sul. O primeiro lote, de 725 mil exames, já está nas dependências do Instituto Butantan . Eles serão processados por uma rede de 34 laboratórios. Há ainda um segundo lote para ser entregue até o dia 25. Ao todo, a compra foi de 1,3 milhão de exames.

Hoje, cerca de 15.600 pacientes esperam por diagnóstico da Covid-19 no estado. O governo promete ampliar dos atuais 2 mil resultados processados por dia para 5 mil na próxima semana e, em maio, para 8 mil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários