O novo coronavírus (Sars-coV-2) já fez mais vítimas em 43 dias do que a denge, a H1N1 e o sarampo ao longo de todo o ano de 2019. De acordo com o último boletim do Ministério de Saúde, divulgado na quarta-feira (08), 800 pessoas já morreram de Covid-19 no Brasil desde 26 de fevereiro.

Leia também: Covid-19: Restrições à circulação devem seguir critérios técnicos

Nas ruas do Rio de Janeiro%2C pessoas se protegem contra o novo coronavírus arrow-options
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Nas ruas do Rio de Janeiro, pessoas se protegem contra o novo coronavírus

Segundo boletim do Ministério de Saúde, por todo o ano de 2019, a dengue provocou 782 mortes. O H1N1 matou 796 pessoas, e o sarampo , 15. 

Leia também: Covid-19: EUA voltam a bater recorde de mortes diárias; total é de quase 15 mil

Ao atingir 800 mortos no Brasil, a epidemia de Covid-19 superou o número de mortes previsto pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em uma das entrevistas em que minimizou a doença.

Leia também: Hospital erra e família enterra homem morto de Covid-19 em vez de familiar idosa

Em 22 de março, ele afirmou à Record TV que a estimativa era de que haveria menos óbitos com o novo vírus do que os causados pelo H1N1 em 2019 no Brasil - que foram 796. Atualmente o Brasil tem 16 mil infectados e 832 mortos de Covid-19 .

    Veja Também

      Mostrar mais