máscaras
Agência Brasil
Máscaras hospitalares estão em falta para os profissionais de saúde no Brasil

Em meio a pandemia do novo coronavírus , que já contabiliza 1246 casos confirmados e 58 mortes no estado, o governador Wilson Witzel exonerou a médica Mariana Scardua, subsecretária de Gestão da Atenção Integral à Saúde da Secretaria de estado de Saúde.

Leia mais: Brasil tem 72 mortos em 24 horas e 10.278 casos confirmados de Covid-19

Além da subsecretária , o chefe de gabinete dela, Luiz Octávio Mendonça, também foi demitido do cargo. O setor da pasta é responsável pela gestão das unidades de saúde fluminenses, o Sistema Estadual de Regulação (SER) de leitos, e protocolos sobre a administração de medicamentos.

Procurada, a Secretaria de estado de Saúde não informou quem assumirá o cargo. Em nota, a pasta informou que a subsecretaria foi dividida em dois setores — um voltado à rede assistencial, com foco em cuidados intensivos, "fundamental para o enfrentamento contra o coronavírus", e outra voltada para a garantia das políticas do Sistema Único de Saúde ( SUS ).

Leia mais: Cadeia industrial de São Paulo pode ser revertida para materiais contra Covid-19

"As subsecretárias que assumirão já foram escolhidas e as nomeações e novas estruturas serão publicadas nos próximos dias no Diário Oficial, sendo uma profissional com ampla experiência em terapia intensiva e formação acadêmica voltada para atendimento de alta complexidade", informou a pasta.

    Veja Também

      Mostrar mais