denunciais sobre situações em hospitais
Hermes de Paula / Agência O Globo
Foram realizadas mais de 100 denunciais sobre situações em hospitais

O Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) recebeu, até está segunda-feira (30), 77 denúncias de falta de equipamentos de proteção individual, como máscaras, álcool em gel e luvas cirúrgicas, para profissionais de saúde que trabalham em hospitais públicos ou privados do estado. O Ministério Público de São Paulo instaurou um inquérito para investigar as denúncias.

Leia também: Coronavírus no Brasil: acompanhe a situação no País em tempo real

O Simesp também recebeu 30 denúncias de fluxo errado do encaminhamento de casos suspeitos da Covid-19 , sete de sobrecarga na capacidade de atendimento e uma de falta de infraestrutura de atendimento em hospitais

“Tal situação, se confirmada, revela extrema gravidade na medida em que a contaminação dos profissionais de saúde, além de ampliar a circulação do vírus, certamente implicará em dificuldades ainda maiores para o enfrentamento da pandemia”, diz ofício do Ministério Público sobre as denúncias . Texto foi assinado pelos promotores Dora Martin Strilicherk e Arthur Pinto Filho.

Leia também: De gripezinha a "não é tudo isso": vezes em que Bolsonaro minimizou coronavírus

O Ministério Público de São Paulo instaurou o inquérito após o vereador Celso Giannazi (PSOL-SP) realizar uma representação das denúncias sobre os hospitais .


    Veja Também

      Mostrar mais