Navio
Reprodução/TV Globo
Rebocadores retiram navio da orla de praia em Niterói, no Rio de Janeiro

A Petrobras e a Marinha do Brasil apuram as causas do deslocamento do navio-plataforma P-70, que foi parar na costa da Praia Boa Viagem, em Niterói, durante o temporal com ventos fortes que atingiu a Região Metropolitana do Rio. Ninguém ficou ferido, mas o movimento da embarcação assustou quem passava pelo local, em frente ao campus Gragoatá da Universidade Federal Fluminense (UFF). As informações são do jornal O Dia .

Leia também: Temporal 'joga' navio-plataforma de 78 toneladas em orla de praia; assista

Segundo a Petrobras, o deslocamento ocorreu durante o processo de ancoragem da plataforma para próximo da costa de Niterói. O navio-plataforma já foi estabilizado e está sendo reconduzido para a área onde ficará fundeada na Baía de Guanabara.

Na manhã desta sexta-feira, seis rebocadores ainda trabalham na manobra do navio com o uso de cabos de aço. Informações iniciais dão conta que os cabos que prendiam a plataforma se soltaram durante o temporal acompanhado de forte ventania.

Procurada, a Capitania dos Portos, da Marinha, disse que enviou imediatamente uma equipe de busca e salvamento, mas não houve feridos. A instituição também afirmou que não há mais risco de navegação. As causas do incidente e responsabilidades serão apuradas em inquérito instaurado pela Marinha.

Leia também: Diante de Casa Civil “enfraquecida” Onyx e Bolsonaro se reúnem nesta sexta-feira

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários