esgoto arrow-options
Divulgação
Secretário de Meio ambiente, Bernardo Egas acompanha vistoria de redes pluviais na Zona Sul

O secretário municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, Bernardo Egas, participou nesta quarta-feira (15) de uma vistoria para identificar despejos irregulares de esgoto no Rio Rainha, na Gávea. Segundo ele, uma clínica e um condomínio de luxo no bairro foram multados em R$ 30 mil, por conta do lançamento de esgoto na rede de água pluvial.

"Claro que não são apenas esses dois locais que fazem lançamento de esgoto irregular, mas foram os que conseguimos identificar. É um trabalho minucioso, com abertura de bueiros. E, no mês que vem, voltaremos para verificar se o problema foi resolvido. Caso não, a multa é muito maior", explicou.

Leia também: Mulher relata agressão em restaurante de São Paulo: "Copo jogado no meu rosto"

A suspeita de lançamento de esgoto pela Cedae naquele rio da Zona Sul da cidade não foi identificada na vistoria de ontem. "Era uma suspeita, mas não constatamos nenhum problema da Cedae no local. Na quarta-feira da próxima semana, às 8h, faremos o mesmo trabalho no Rio dos Macacos, no Jardim Botânico. E além da inspeção sobre lançamento irregular de esgoto na rede, também vai ter um mutirão de limpeza no rio", disse o secretário, destacando, ainda, que as duas ações fazem parte da força-tarefa para a despoluição da Lagoa Rodrigo de Freitas.

Revitalização

Também está previsto, para a próxima semana, o início das obras de revitalização e ampliação de oito deques no entorno da lagoa, além da recuperação da vegetação nativa. Já sobre a última etapa do projeto de despoluição da água, o orçamento ainda está sendo finalizado, segundo a Secretaria de Meio Ambiente, em parceria com a Coppe/UFRJ.


    Veja Também

      Mostrar mais