Caso ocorreu no Réveillon da Praia de Copacabana, o maior do País
Gabriel Monteiro/Agência O Globo
Caso ocorreu no Réveillon da Praia de Copacabana, o maior do País

O jovem Pedro Rabelo, de 22 anos, foi esfaqueado na região do intestino ao defender a namorada de um assalto na madrugada do dia 1º em Copacabana, durante a festa de réveillon. Ele foi socorrido ao Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro, onde passou por uma cirurgia nesta quarta-feira que durou aproximadamente três horas. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o paciente encontra-se em estado estável.

Leia também: PSL entra com ação no STF contra juiz de garantias, aprovado por Bolsonaro

A mãe do estudante, Selma Rabelo, contou que passou réveillon com o filho e depois voltou para casa, mas ele e a namorada decidiram aproveitar um pouco mais do evento na praia. "Ele ficou muito assustado, passou por um trauma", destacou.

Segundo Selma, o ferimento atingiu o intestino e a veia cava, que faz a ligação dos membros inferiores ao coração. "A facada foi profunda, fez um estrago. Ele foi levado logo para a emergência, passou por uma cirurgia delicada, que durou umas três horas", relata.

Você viu?

"Está consciente, mas não pode falar muito, tem que evitar. Não consegue ainda se alimentar sozinho também, está nos medicamentos, mas pode receber visitas. A namorada dele está lá agora, nós estamos nos revezando. Conforme ele melhorar, vamos transferi-lo para outro hospital. Por enquanto está em observação", afirmou Selma.

Ainda de acordo com a mãe do jovem, havia muitas pessoas feridas na unidade de saúde na madrugada do dia 1º. Ela disse que havia entre elas outras vítimas de assaltos. "Foi um grupo de pessoas fazendo terror na praia durante o réveillon ", acrescentou.

Leia também: 95% dos deputados faltaram ao trabalho em 2019; saiba quem mais se ausentou

Em nota, a Polícia Civil informou que, até o momento, não houve registro do fato na 12ª DP ( Copacabana ). No entanto, ao tomar conhecimento do caso, a delegada titular determinou que agentes fossem até o hospital para buscar informações sobre o ocorrido. Investigações estão em andamento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários