Presépios
Arquivo pessoal
Artesã faz há 25 anos esculturas utilizando o pão como matéria-prima.

Criatividade e fé. Esses foram os elementos usados por uma artesã que tem uma padaria localizada em Rondonópolis, cidade que fica a 2018 km de Cuiabá. Luzia Goulart Rabelo criou imagens sagradas para montar presépios utilizando pão como matéria-prima. Há 25 anos ela representa figuras e objetos com massa da padaria que ela tem. Em 2019, a ideia de montar altares e presépios para celebrar o Natal foi a escolha do estabelecimento. 

Leia mais: Homem vestido de mulher é preso ao se passar pela mãe para fazer prova do Detran

Presépios
Arquivo pessoal
Presépio feito a partir de massa de pão para decorar padaria em Cuiabá.

Há um nome específico para retratar a arte que Luzia faz com as massas: pães trabalhados . Por meio da modelagem, imagens são criadas com a pasta caseira. Esculturas da Sagrada Família como Jesus, Maria e josé, além de animais foram lapidados com pão. 

A ideia da artesã é catequizar por meio dos elementos cristãos que estão dentro do seu ponto comercial. “Fazer pães com as imagens é uma missão. Por meio delas eu estou cumprindo o meu dever de cristã ao levar Jesus Cristo ao próximo, como boa católica que sou”, afirmou ao G1.

O segredo para montar o presépio de pães está na forma de assar, que é diferente da maneira convencional. Com altura média de 35 centímetros e largura de 30 centímetros, as esculturas simbolizam, para Luzia, a partilha do pão. 

Leia também: Rodízio de veículos será suspenso a partir do dia 23 em São Paulo

Presépios
Arquivo pessoal
Presépios de pão são utilizados para decorar e catequizar em Cuiabá.

"Os presépios demonstram todo o meu amor por Jesus Cristo e fazer esse trabalho é poder partilhar com meus irmãos. Pães todos comem e gostam. Enquanto eu tiver força eu vou fazer isso, ando meio cansada mas continuo, ficar para a semente não vou, mas sou filha do Rei. Com alegria vou passar as barreiras e com os outros partilhar”.

O item serve apenas para decoração e dura, em média, dois meses por conta da exposição. Após o período de validade, os pães são triturados e viram ração para os porcos. Essa foi a alternativa que Luzia encontrou para evitar o descarte total do alimento. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários