Tamanho do texto

Suspeita foi presa após entrar no local e passar armada por um identificador de metais; tribunal admitiu que faca passou por causa de "falha humana"

Fachada do Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo arrow-options
Antônio Carreta/TJSP
Juíza realizava uma audiência quando a suspeita entrou no prédio

Uma mulher de 55 anos foi presa nesta segunda-feira (9) por tentar esfaquear uma juíza no Fórum Criminal da Barra Funda , em São Paulo . A suspeita entrou no prédio enquanto a magistrada, do  3º Tribunal do Júri , realizava uma audiência e conseguiu passoar armada com uma faca por um identificador de metais. Ela vai responder por tentativa de homicídio.

De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que investiga o caso, a mulher conseguiu entrar com a faca por conta de uma "falha humana" e ela teria aproveitado para entrar na sala onde a juíza estava quando ela abriu a porta.

Segundo testemunhas, ao entrar na sala a suspeita sacou a faca e gritou: "Você me condenou. Você me condenou".

Leia também: Procurador invade escritório e tenta matar juíza em tribunal em São Paulo

Ao notar que a suposta agressora estava armada, estagiários que estavam na sala pediram ajuda a um policial militar do fórum. Ele e outro agente conseguiram desarmar a mulher.

Até a chegada dos policiais a juíza tentou acalmar a mulher explicando que, na Vara do Júri, o corpo de jurados é que decide sobre a condenação de réus.

A suspeita foi presa em 2018 após cometer um crime não informado em Itapecerica da Serra , em São Paulo, e teve o direito de cumprir a pena em liberdade em 17 de setembro deste ano.