Tamanho do texto

Max Elias de Medeiros, de 37 anos, era funcionário da Vale e trabalhava no momento da tragédia. Buscas por outros 13 desaparecidos continuam

Max Elias de Medeiros, vítima de Brumadinho arrow-options
Reprodução/redes sociais
Max Elias de Medeiros era funcionário da Vale

A Polícia Civil de Minas Gerais identificou na noite desta segunda-feira (2) mais uma vítima do rompimento da  barragem da Vale em Brumadinho , em janeiro deste ano. Max Elias de Medeiros, de 37 anos, é a 257ª pessoa morta na tragédia. Ele era funcionário da Vale e trabalhava no momento do desastre.

Medeiros jogava no time de futebol amador Canto do Rio Futebol Clube e era capitão da equipe. Após a notícia de que ele foi identificado, uma amigo da família prestou uma homenagem a ele em uma rede social e o descreveu com "menino bom de bola, filho a pai amoroso, amigo de todos e atleta exemplar".

Leia também: Universidade catalã participa de apuração da tragédia de Brumadinho

Partes do corpo de Medeiros foram levados no dia 11 de novembro para o Instituto Médico Legal e depois encaminhadas para o Instituto de Criminalística. Foi necessário um exame de DNA para confirmar a identidade da vítima. Ainda há 13 pessoas desaparecidas e os Bombeiros continuam o trabalho de buscas em Brumadinho , que já dura quase 11 meses.