Neste domingo (27) o governo comunicou que não foram encontradas novas manchas de óleo no litoral do Nordeste, que foi afetado pelo vazamento de petróleo observado há quase dois meses. 

Leia também: Vazamento de óleo é problema internacional, diz contra-almirante

Óleo avança e chega à praia do Janga%2C em Paulista%2C Região Metropolitana do Recife
Foto: Marcia Cristina/Cortesia
Óleo avança e chega à praia do Janga, em Paulista, Região Metropolitana do Recife


Leia também: Vazamento de óleo pode ter partido de navio irregular, diz Marinha

Em nota o governo , o Grupo de Avaliação e Acompanhamento (GAA), formado pela Marinha, Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Ibama, informou que novas manchas de óleo não foram observadas pelas equipes de monitoramento. 

Leia também: MP investiga conduta do governo Bolsonaro sobre vazamento de óleo no Nordeste

O governo já registrou 249 locais afetados. Mais de 1 mil toneladas de resíduos oleosos de petróleo, de acordo com a nota, foram recolhidos. As ações do grupo continuam em Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia, que são os estados mais atingidos. Nas demais margens, a situação foi dada como estável. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários