Tamanho do texto

Troca de mensagens entre professor de 52 anos e aluna de 13 foi descoberta pelos pais da menina e denunciada à polícia. Homem que enviou áudios e diversos textos para criança pediu R$ 10 mil para não divulgar fotos íntimas

foto de conversa arrow-options
Arquivo pessoal
"Mas a gente tem que disfarçar um pouquinho, se não vai dar muita bandeira. Você quer ver eu preso?" diz o professor em um dos áudios.

Um professor de 52 anos foi preso na cidade de Laranjal Paulista, no Alto do Tietê, após trocar mensagens de cunho sexual com uma aluna de 13 anos e ameaçá-la pedindo dinheiro para não publicar as fotos íntimas dela.

O suspeito, que não teve identidade revelada, foi denunciado à polícia pelos pais da menina , que viram mensagens e até mesmo uma troca de áudios na qual o homem a coagia a enviar fotos e a chamava de "gostosa". 

Leia também: Acusado de estuprar crianças em escola de Minas Gerais diz ser vítima de racismo

Ele foi preso no momento exato em que pegava um envelope com dinheiro pedido para não publicar as fotos e tentava beijar a menina à força no centro de Sorocaba. 

Dois telefones e um pendrive foram encontrados na casa do professor. O conteúdo presente neles será periciado pela polícia.