Tamanho do texto

Operação da Polícia Federal chamada de Iscariotes investiga a participação de pessoas no envio de drogas para a Europa

Cocaína apreendida em Confins arrow-options
Divulgação/Polícia Federal
Funcionários de aeroporto ajudavam no tráfico de cocaína para Portugal


A Policia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (26) a Operação Iscariotes, que visa a desarticular organização criminosa dedicada à prática do crime de tráfico internacional de drogas, especializada na remessa de grandes quantidades de cocaína do aeroporto internacional Tancredo Neves em Confins (MG) para a Lisboa, capital de Portugal. 

Leia também: PF prende ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda e mira pai e irmão

As investigações apontaram que o grupo criminoso tentou enviar uma mala contendo 32 tabletes de cloridrato de cocaína , com peso bruto total de 34 quilos, para Lisboa em maio.

São alvos da operação funcionários de companhias aéreas e empresas prestadoras de serviços aeroportuários, especialmente daqueles que operam na movimentação de bagagens, nos raio-x e no carregamento/descarregamento de aeronaves.

No total, oito pessoas foram presas e 24 pessoas tiveram bens bloqueados nas cidades de Confins, Lagoa Santa, Pedro Leopoldo e Guarulhos (SP).

Os investigados responderão, na medida de suas responsabilidades, por tráfico internacional de cocaína e poderão ser condenados a até 28 anos de prisão.