Tamanho do texto

Caso mais grave é de um menino de 12 anos que teve fratura no crânio e foi levado de helicóptero para o Hospital municipal Miguel Couto, no Leblon

Criança é socorrida após acidente com van escolar na Zona Norte do Rio arrow-options
Reprodução
Criança é socorrida após acidente com van escolar na Zona Norte do Rio de Janeiro

Uma colisão entre uma van escolar, um automóvel e uma Kombi deixou dez crianças feridas nesta sexta-feira (20) na Rua Adolpho Caminha, no Andaraí , Zona Norte do Rio de Janeiro .
Elas foram levadas para serem socorridas no Hospital federal do Andaraí. De acordo com Mario Lamberti, diretor de Programas do Ministério da Saúde, seis já foram transferidas
para outros hospitais por necessidade de tratamento especializado.

Leia também: PUC-Campinas é notificada pelo Ministério Público por caso de racismo

O caso mais grave é de um menino de 12 anos que teve fratura no crânio e foi levado de helicóptero para o Hospital municipal Miguel Couto, no Leblon, Zona Sul do Rio. Yago
Marins da Silva estava esperando o irmão quando foi atropelado no acidente que envolveu uma van escolar .

"Pelo o que eu soube, meu filho estava sentado na porta da creche quando foi atingido por um dos veículos. Vim pra cá assim que soube", afirmou o pai da criança Eduardo Marins dos Santos, 41 anos, funcionário da Cedae.

Secretária da Associação de Moradores do Morro do Jamelão, Maria Cristina Amorim contou que Yago costumava ficar na porta da creche porque mora ao lado da unidade. O irmão estava na Kombi, que trazia alunos de outras escolas para a comunidade. Ainda não se sabe qual veículo atingiu Yago, nem o que causou o acidente.

A van bateu em uma árvore que fica em frente ao muro da Creche municipal Galdino Manoel da Silva, na Favela do Jamelão. O veículo, no entanto, não invadiu a unidade.

Dos seis transferidos, dois foram para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro da cidade; um foi para o Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha; e Yago para o Miguel Couto. O Hospital federal do Andaraí não informou para onde foram as outras duas vítimas. As quatro crianças que na unidade estão em observação. Os médicos avaliam ainda a possibilidade de transferir uma delas.

Leia também: Garimpeiros são presos em unidades de conservação do Amazonas

Mais de dez médicos estão mobilizados para ajudar no socorro e transferência. Funcionários e médicos improvisam um coredor de isolamento para facilitar transferência de feridos.

"A van realmente perdeu o freio, bateu em uma Kombi e em um outro carro, mas não invadiu a creche. Nenhuma criança da creche foi atingida, e sim as crianças da condução de um dos carros envolvidos", relatou um usuário do Facebook referindo-se aos boatos. "Vamos passar a informação correta para que algumas mães não venham ficar preocupadas com seus filhos que estudam na creche", acrescentou.

"Paul Walker"

O carro que bateu na van possui um adesivo escrito Paul Walker , um ator americano que ficou famoso pelo seu personagem na franquia "Velozes e Furiosos". Ele morreu em 30 de
novembro de 2013, aos 40 anos, após bater de carro numa árvore e o veículo pegar fogo.

Desde 2015, a van recebeu quatro multas: por avanço de sinal vermelho, transitar com velocidade superior ao limite, por não indicar o condutor e por mudar de faixa sem indicar
com antecedência. Todas foram pagas. Juntas, elas somam 16 pontos.

Leia também: Bem blogueirinho! Detento faz transmissão ao vivo dentro de presídio

O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado para a ocorrência com a van escolar e prestou atendimento no local. A Polícia Militar informou que equipes da UPP Andaraí também
foram ao local.