Tamanho do texto

Polícia indiciou um dos investigados pelo assalto ao aeroporto de Guarulhos por ação criminosa que deixou dois policias feridos na rodovia Tamoios

roubo de ouro arrow-options
Divulgação/Polícia Civil
Quadrilha roubou ouro e esmeraldas no terminal de cargas do Aeroporto de Guarulhos no dia 25 de julho

Um dos suspeitos presos pelo roubo de mais de 720 quilos de ouro do terminal de cargas do Aeroporto de Guarulhos , em São Paulo, participou também de outra grande ação criminosa, em 2017. De acordo com a Polícia Civil, Marcelo Ferraz da Silva (conhecido como 'Capim') participou de tentativa de assalto a dois carros-fortes na Rodovia dos Tamoios, no Vale do Paraíba, em dezembro daquele ano.

Na ocasião daquele crime, houve troca de tiros entre a quadrilha (que havia rendido duas famílias para usar seus carros na tentativa de roubo) e dois policiais ficaram feridos. Ninguém foi preso.

Leia também: Chinês é preso com ouro supostamente roubado no Aeroporto de Guarulhos

Marcelo Ferraz foi preso no último fim de semana, no Guarujá, litoral de São Paulo. Ele é o quarto suspeito de integrar a quadrilha que invadiu o terminal de cargas do aeroporto de Cumbica em falsas viaturas da Polícia Federal e conseguiu levar de lá carregamento com ouro, esmeraldas e relógios. A carga roubada no fim do mês passado é avaliada em mais de R$ 110 milhões.

Além dos quatro suspeitos presos, a Justiça decretou também a  prisão preventiva de mais dois supostos integrantes da quadrilha que estão foragidos. Marcelo Ferraz, além de ser indiciado por crimes como extorsão mediante sequestro e organização criminosa referentes ao roubo de ouro em Guarulhos, foi indiciado também por dupla tentativa de latrocínio pela ação na Rodovia dos Tamoios.