Tamanho do texto

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, 32 pessoas ainda estão desaparecidas; buscas continuam quase quatro meses após tragédia

bombeiros se reúnem em roda em Brumadinho
Divulgação/Corpo de Bombeiros de Minas Gerais
A equipe de bombeiros continua trabalhando nas buscas dos 32 desaparecidos

Subiu para 238 o número de mortos no rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, Minas Gerair. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, 32 pessoas ainda estão desaparecidas. 

As buscas chegam hoje ao 109º dia e a corporação continua trabalhando em Brumadinho para encontrar e identificar as vítimas do rompimento da barragem que ainda não foram encontradas. 

Leia também: Tragédia de Brumadinho completa três meses, ainda com poucas respostas

Os bombeiros trabalham com um efetivo de 142 pessoas e quatro cães. Além disso, são usadas 114 máquinas pesadas e um drone em 18 frentes de trabalho na região.

No dia 25 de janeiro, a cidade de Brumadinho , na região metropolitana de Belo Horizonte, foi atingida por um mar de lama e rejeitos, quando a barragem 1 da Mina Córrego do Feijão da Vale se rompeu.