undefined
Divulgação/Polícia Civil do RJ
Lutador de MMA Claudio José Santos, de 42 anos, foi preso pela morte de moradora de rua em Copacabana

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta semana dois homens acusados de matar a tiros uma moradora de rua em Copacabana no mês passado. O grupo de investigadores coordenados pelo delegado André Rosa, da delegacia de homicídios, apura ainda se o lutador de MMA Claudio José Santos, de 42 anos, e o estudante de medicina Rodrigo Gomes Rodrigues, de 28 anos, integram um grupo de extermínio conhecido como "turma da massagem".

Leia também: Polícia portuguesa atira mais de 20 vezes e mata brasileira por engano em Lisboa

De acordo com as investigações, Claudio e André mataram a moradora de rua Fernanda Rodrigues dos Santos, de 40 anos, com um tiro no peito enquanto ela dormia sob uma marquise na Avenida Nossa Senhora de Copacabana. O crime ocorreu na madrugada do dia 18 de outubro e a dupla foi flagrada por câmeras de segurança momentos antes da morte de Fernanda. As roupas em que o lutador de MMA aparece nas filmagens foram encontradas em sua casa no momento de sua prisão, efetivada na terça-feira (14).

"Massagem relaxante copacabanense"

A Polícia Civil investiga se o lutador e o estudante fazem parte da chamada " turma da massagem ", suposto grupo de extermínio que atua na zona sul da capital fluminense. Além de Fernanda, o grupo também teria matado outro morador de rua em Copacabana no mês passado.

Em algumas páginas no Facebook, é recorrente a incitação à violência contra moradores de rua com menção à "turma".

undefined
Divulgação/Polícia Civil do RJ
Estudante de medicina Rodrigo Gomes Rodrigues, 28 anos

Na página "Alerta Copacana", por exemplo, uma postagem do início deste mês mostra a foto de um homem que supostamente finge ser portador de deficiência física para receber dinheiro de transeuntes. Os administradores da página fazem um apelo ao suposto grupo de extermínio: "Alô turma da massagem!!! Tem um golpista aqui em Copacabana que parece estar muito estressado, precisa daquela massagem relaxante copacabanense".

Leia também: Tribunal decide hoje sobre prisão do presidente da Alerj e mais dois deputados

Na ocasião da prisão do lutador Claudio José, foram encontradas em sua casa porções de cocaína, crack e maconha, além de uma balança de precisão. Por essa razão, além de responder pelo homicídio qualificado de Fernanda Rodrigues dos Santos, o suspeito também foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Claudio chegou a participar de lutas profissionais de MMA. Já o estudante Rodrigo atualmente estava cursando o 10º período da graduação em medicina.

A moradora de rua possivelmente vitimada pela "turma da massagem" era "uma pessoa carismática e muito adorada no bairro de Copacabana e que dormia no mesmo local há cerca de quatro anos", conforme destacou a Polícia Civil do Rio em nota. "Ela costumava andar pelo bairro carregando seus pertences em sacolas pelo corpo", lembra o texto.

Leia também: Em delação, publicitário revela esquema de caixa 2 em campanha de Pezão e Cabral

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários